segunda-feira, 24 de maio de 2010

relíquias


tive um final de semana que me fez recordar como nunca! em alguns momentos, cheguei a acreditar que as lembranças eram recentes, mesmo variando entre 10 e 15 anos. engraçado como a concepção de tempo mudou totalmente pra mim. poucas coisas são iguais quanto antigamente, mas tudo só melhorou porque existiu o antigamente.

hoje eu acordei com muito orgulho de ter nascido de pais que souberam me criar tão livremente. me ensinaram a ser inteira: em gênero, número e grau. me ensinaram a sorrir e a gozar da vida, mas também me ensinaram a sentir dor - das mais profundas.

é inesquecível aquele cheiro de café e cigarro que rondava a minha casa. na época, só sabia reclamar. hoje eu sinto falta. falta daquele bigode que tampou o lábio superior durante toda vida. saudade daquelas mãos fininhas e daquele olhar preocupado. muita saudade, de todos os jeitos e de tudo.

mas uma saudade pontual. com a certeza do sentimento mais lindo que tive a chance de experimentar, durante toda a história de amor que vivi com eles.

ame você também. é bom demais. e dá bons frutos - hehe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário