quarta-feira, 18 de agosto de 2010

eu quero ser

e de repente começo a inscrever no meu google reader centenas de blogs sobre moda. e em um dia percorrendo inúmeros deles sobre tendência, comportamento e todo esse "blá blá blá modístico", comecei a sentir vontade de ser fashionista, blogueira, SPFW, uhu que demais!

daí me vem as recordações de tudo que eu já quis ser na vida. consigo perder de vista as milhões de profissões que quis e que até mesmo inventei.

a primeira delas é bem clichê, típica dos 4 anos de idade com um plus a mais: queria ser dançarina de sapateado. eu nunca fiz sapateado na vida, meus caros.

lembro bem que os meus desejos dependiam de uma referência. quando fui conhecendo parte da minha família, sempre me apaixonava por uma prima mais velha (paixão em forma de admiração, tá?).

quando fiquei amiga da joanna, ela estudava ferrenhamente pro vestibular. aquilo me animava muito! ela queria ser bióloga marinha, e eu acabei querendo ser também.

depois veio a ju. nossa! a ju era linda, parecia com a minha mãe e tinha um cabelo volumoso, castanhão - um troço! ela estudava arquitetura na ufmg. meu sonho, então, era ser arquiteta.

depois veio medicina, turismo, pedagogia, relações públicas... até aeromoça eu quis ser (uau, juvenau).

e o mundo dá voltas e acaba te encaixando onde você realmente deveria estar, parece até um tabuleiro inteligente. posso tirar uma onda e falar que sou comunicóloga, mas a publicidade me mata de tanto amor!

ah... e mês que vem, pessoal, vou fazer um curso de corte e costura - hehe.

Um comentário: