segunda-feira, 2 de agosto de 2010

oitavo mês do calendário gregoriano

resolvi fazer um post para dar as boas vindas ao mês de agosto.

não tem nada de suuuuuper importante acontecendo esse mês, mas é um período do ano que eu gosto muito. daqui pra dezembro, meu bem, é um pulinho só.

2010 tá parecendo o ano do papa-léguas. tudo muito intenso, rápido, cheio de emoção ou então, sem emoção nenhuma. essa ciclotimia de sentimentos me deixa um pouco confusa. fico meio perdida nesse fiofó todo, desperdiçando um tempo danado pensando em soluções para os meus problemas.

daí, cheguei a conclusão que não adianta pensar em nada. você tem que simplesmente acordar para um novo dia, com disposição à resolver. o problema está em ficar lamuriando o problema. o problema está em perder 59 mil horas da vida, só na atividade (não remunerada, ainda por cima) de pensar demais e fazer de menos.

e eu tô gostando dessa idéia de me preocupar com o simples, porque o composto já é composto demais. e as coisas sempre se ajeitam. vou até escrever isso aqui, porque quando tô no desespero de uma enconha, não consigo pensar positivo - registrando quem sabe, né?

seja bem-vindo, agostão! tô feliz com seus próximos 29 dias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário