segunda-feira, 23 de agosto de 2010

poetinha camarada

vinícius voltou a ser pauta nas redações dos jornais. é uma delícia poder recortar suas matérias e imaginar sua vida e sensações, reconhecendo a grande influência que ele exerceu sob milhares de corações - inclusive o meu.


poética - vinícius de moraes

de manhã escureço
de dia tardo
de tarde anoiteço
de noite ardo

a oeste a morte
contra quem vivo
do sul cativo
o este é meu norte

outros que contem
passo por passo:
eu morro ontem

nasço amanhã
ando onde há espaço:
- meu tempo é quando.


valeu, embaixador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário