sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

descascando a máscara

me transborda.

me aceita de maquiagem, me aceita linda, interessante, jovial e descolada. mas me aceita confusa, atrapalhada, acordando com remelas nos olhos e irritada - muito irritada. me completa sendo compreensivo, crítico, chato e arrogante. mas nunca, nunca reclame da minha tpm.

entenda a minha fome de chocolate às três horas da manhã, aceite a minha distração em não abastecer o carro toda vez que o tanque acusa reserva. me deixa secar o cabelo de manhã e não me enche o saco se eu esquecer de pagar a conta de luz. eu estou disposta a entender que você é mais prático, bem-resolvido e, claro, impaciente.

tenho um mundo de fantasia completamente individual e egoísta. supere isso, talvez assim seja mais fácil para você entender as minhas emoções e te garanto, não é difícil. eu estou disposta a aceitar o seu trabalho e as suas amigas. desde que você entenda que as vezes eu preciso expressar o meu ciúme grosseiro e romantico. pois é, eu sou contraditória.

por favor, saia com os seus amigos. me esqueça por algumas horas, faça charme e tente ser inatingível em algumas situações. eu adoro desafios. me faça sentir insegurança e depois me arrasa com uma bela desculpa esfarrapada. eu sei que você não é cafajeste. tenha certeza de uma coisa: eu vou me apaixonar no final - aquele que também é o início.

não espere de mim cartas de amor ou surpresas amorosas quando você chegar de viagem. mas espere um abraço quente, um olhar verdadeiro e uma vontade de amor quase sem limites. tá bom, eu confesso: vou improvisar um jantar lá em casa, mas a comida será do restaurante. pois é... eu não sei cozinhar.

em nossa vida social em comum, demonstre independência. sente em um lugar diferente da mesa no bar. converse com outras pessoas. eu estou ali com o radar ligado no rabo de olho, vou admirar a sua indiferença e vou achar isso extremamente charmoso. entenda que eu estou no lucro: você é lindo e interessante. e o melhor, vai embora pra casa comigo.

eu consigo ser muito legal, companheira e engraçada. mas você sabe, né? eu consigo ser, na mesma proporção, muito chata, deselegante e individualista - em tempero saudável. quase sou capaz de te implorar: não entre na minha pilha em tempestade. amanhã vai ser outro dia e, na minha esfera espiritual, não tem lugar pra tempo nublado - você vai entender o ritmo.

alegria, alegria. posso usar as suas cuecas para dormir? me empresta uma furada, pode ser que eu escreva meu nome nela, eu sou possessiva mas a dose é muito fraca. por favor, divida todas as suas conquistas comigo. eu vou vibrar como se fossem minhas. vamos comemorar a nossa existência! tem vezes que você vai confundir clara com intensidade.

divida as suas tristezas também, meu coração é calejado e forte. eu quero completar a sua vida com tudo o que falta - porque eu sei que sempre falta alguma coisinha. acredite, consigo ser lotada de amor e eu prometo nunca me cansar em ouvir o que você fez durante o dia, eu adoro a sua voz. desconte a sua raiva em mim, eu estou aqui pra isso. meu ombro não é de aço, mas eu posso fazer musculação pra te carregar nos braços.

 com xulé e bossa nova, me transborda.

Um comentário: